skip to Main Content

Até onde um sujeito pode ser esperto?

O jornalista Edilson Pereira, do Paraná Online publicou um comentário sobre o livro Mais Esperto que o Diabo.

Para saber mais: http://www.parana-online.com.br/colunistas/pelas-ruas-da-cidade/105142/ATE+ONDE+UM+SUJEITO+PODE+SER+ESPERTO

 
“Eu não tenho o hábito de ler livros de autoajuda. Reconheço que alguns são até bem escritos e podem funcionar com algumas pessoas, mas como este nicho literário se tornou um grande negócio, como em tudo na vida, apareceram muitos autores que falam bobagem e faturam alto. O que não é o caso, parece, de Napoleon Hill, que foi um dos primeiros a rir com esta tendência literária e ao morrer em 1970 deixou de herança frases óbvias, porém antológicas, como: ‘Não devemos ter medo de novas ideias. Elas podem significar a diferença entre o triunfo e o fracasso’. A grande verdade é que Hill foi um sucesso pessoal. Um dos primeiro autores de autoajuda. Só um de seus livros ‘Pense e Enriqueça’ vendeu mais de 100 milhões de exemplares. É muita coisa. […]” 
 
noid-pol

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *