skip to Main Content

Como os pobres podem salvar o Capitalismo

John Hope Bryant, empresário bem-sucedido, “self-made man”, reconhecido como autoridade mundial em assuntos financeiros e fundador da Operação HOPE — uma entidade sem fins lucrativos —, mostra que os líderes políticos e empresariais estão ignorando a única força que realmente poderia reenergizar a estagnada economia norte-americana: os pobres. “Se oferecermos ferramentas, políticas e inspiração corretas às comunidades pobres”, argumenta Bryant, “elas serão capazes de ascender por si mesmas à classe média e se tornar uma nova geração de consumidores e empreendedores”.

Criado em South Central, região de Los Angeles assolada pela pobreza e infestada de gangues, Bryant viveu como sem-teto durante seis meses e viu por si mesmo como as instituições norte-americanas abandonaram os pobres. Ele explica em detalhes como os empréstimos, o crédito imobiliário e os investimentos financeiros sumiram de suas comunidades. Depois de décadas de privação, os pobres carecem de conta bancária, de pontuação de crédito decente e de qualquer experiência pessoal sobre como funciona um sistema saudável de livre iniciativa.

Bryant redefine radicalmente o significado de pobreza e riqueza (não é apenas uma questão de finanças; é também uma questão de valores). Ele expõe por que as tentativas de ajudar os pobres não atingiram resultados até agora e oferece um caminho a ser seguido: o Plano HOPE, uma série de medidas diretas e exequíveis para construir a alfabetização financeira e expandir as oportunidades de modo que os pobres possam aderir à classe média.

Um total de 70% da economia norte-americana é impulsionada pelos gastos do consumidor, mas cada vez mais pessoas ficam sem dinheiro bem antes do fim do mês. John Hope Bryant aspira “expandir a filosofia da livre iniciativa para incluir todos os filhos de Deus” e criar uma economia pujante que funcione não apenas para 1%, nem mesmo para 99%, mas para os 100%. Essa é uma abordagem de livre iniciativa para resolver o problema da pobreza e promover uma nova América.

 

CPPSC 06

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *