skip to Main Content

Ficção polêmica “Os Olhos da Escuridão” que menciona vírus criado em Wuhan chega ao Brasil

Publicado em 1981, “Os olhos da Escuridão” do escritor norte-americano Dean Koontz ganhou as mídias do mundo por apresentar fatos que coincidem com a atual realidade e pelo avanço das Fake News criadas a partir da obra

 

Os olhos da Escuridão - Dean KootzEm meio à pandemia do novo coronavírus, muitos têm relacionado o atual momento em que vivemos com a obra ficcional Os olhos da Escuridão, escrita em 1981 pelo romancista americano Dean Koontz, e publicado aqui no Brasil pela Citadel Editora.

 

No livro, o autor descreve uma arma biológica viral e altamente letal, que causa graves problemas respiratórios e mata em até 24 horas. Chamado de Wuhan-400, o micro-organismo foi desenvolvido pelo cientista Li Chen em um laboratório secreto nas proximidades de Wuhan, na China.

 

Curiosamente, essa é a mesma cidade que apresentou os primeiros casos reais da COVID-19, tornando-se o epicentro da doença. Outro fato que coincide com a realidade, é o cientista chinês Li Chen levar o mesmo nome de um pesquisador real que publicou estudos sobre classes de coronavírus em 2018, na revista especializada  Emerging Microbes & Infections.

 

E é nesse cenário perturbador e realista que se passa a história de Tina Evans, uma mãe em busca de aceitação pela morte de seu filho, que faleceu em um acampamento de férias, onde todos presentes no local também tiveram o mesmo fim trágico: uma morte misteriosa.

 

Envolvida em um emocionante suspense, Tina começa a receber sinais que indicam que seu pequeno Danny possa estar vivo. Tomada por uma obsessão que a levará até a verdade por trás do que realmente aconteceu, ela encontrará segredos mortais sobre o vírus Wuhan-400 que podem estar relacionados ao seu filho.

 

“— Para entender isso, você precisa voltar vinte meses no tempo — Dombey falou. — Foi mais ou menos nessa época que um cientista chinês chamado Li Chen veio para os Estados Unidos, trazendo com ele um disco com o registro da mais importante e perigosa nova arma biológica da década feita pela China. Eles chamam essa coisa de ‘Wuhan-400’ porque ela foi desenvolvida nos laboratórios de rDNA na periferia da cidade de Wuhan, e essa foi a quadringentésima cepa viável de micro-organismos criados pelo homem nesse centro de pesquisa.” (P. 254)

  

Numa suposta previsão dos acontecimentos que seguiram a humanidade com a COVID-19, os fatos narrados em Os olhos da Escuridão, levaram alguns internautas a criarem incontáveis Fake News¹. Com uma escrita comovente e intrigante, a obra não deixa ser um convite para os fãs desse gênero que desejam refletir sobre a pandemia do novo coronavírus que assola milhões de pessoas ao redor do mundo.

 

Vale lembrar, que as semelhanças do Wuhan-400 e da COVID-19 são poucas, já que o autor descreve o vírus como altamente infeccioso e tem manifestação em até 4 horas, levando o infectado a óbito imediato. Por outro lado, o novo coronavírus apresenta um ciclo de infecção diferente, podendo manifestar a doença de 5 a 14 dias após o contágio. Além disso, a taxa de mortalidade da COVID-19 é de aproximadamente 3% para pessoas mais jovens e de até 15% para idosos, já o vírus da ficção, Wuhan-400, é 100% letal para qualquer um.

 

Nota do editor Marciel Conte Jr: Importante ressaltar que o quando o livro foi lançado em 1981, o nome do vírus era outro, ele chamava: Gorki-400. Logo após o final da Guerra Fria entre Estados Unidos e a ex-União Soviética o autor decidiu alterar o nome do vírus para Wuhan-400, mas isso ainda foi no final da década de 80, e não alterado agora como alguns noticiaram. Veja abaixo o que é verdade e o que é boato em torno do livro.

 

¹Entenda sobre as polêmicas e curiosidades em torno da obra. O que é #FakeNews e o que é #Fato? 

De acordo com o jornal Correio Braziliense, na primeira edição do livro, lançado em meio a Guerra Fria entre Estados Unidos e a ex-União Soviética, o nome do vírus era Gorki-400, porque teria sido criado pelos Russos. Porém, após o fim da Guerra, o autor realmente mudou o nome do vírus ficcional para Wuhan-400, mas o novo título foi apenas uma incrível coincidência com a cidade que iniciou o surto da COVID-19.

 

Outro ponto importante é que o livro não faz nenhuma menção que, em 2020, haveria um surto de doenças respiratórias, como uma pneumonia, que se espalharia pelo mundo. Segundo o G1, as páginas que circulam pela internet contendo esses dizeres, trata-se de um trecho retirado de “End of Days: Predictions and prophecies about the end of the world”, de Sylvia Browne, publicado em 2008.

 

Também, como foi esclarecido pela CNN e pela Folha de S.Paulo, o vírus ficcional do livro foi criado em laboratório para dizimar a população, já na realidade nada comprova que o novo coronavírus seja uma arma biológica feita por algum governo.

 

Para os fãs de Dean Koontz, a Citadel Editora também revela que em breve chegarão outros livros do autor no Brasil, entre eles Demon SeedsLife expectancyWatchers e The husband.

 

Ficha Técnica

Título: Os olhos da Escuridão
Título original: The Eyes of Darkness
Autor: Dean Koontz
Editora: Citadel
Edição: 1ª edição: Abril 2020
Páginas: 272 páginas
ISBN: 978-65-5047-038-8 (físico) / 978-65-5047-039-5 (e-book)
Preço: R$ 44,90 (físico) / R$ 31,90(e-book)
Baixe a capa em alta aqui

Links de venda: https://www.saraiva.com.br/os-olhos-da-escuridao-10664258/p

https://www3.livrariacultura.com.br/os-olhos-da-escuridao-2112265821/p

https://www.leitura.com.br/produto/os-olhos-da-escuridao-152902

https://www.amazon.com.br/dp/B086XL518S/ref=tmm_kin_swatch_0?_encoding=UTF8&qid=1586462392&sr=8-5

 

Sinopse do livro: Um ano se passou desde a morte do pequeno Danny. Um ano desde que sua mãe iniciou o doloroso processo de aceitação. Mas Tina Evans poderia jurar que acabou de vê-lo dentro do carro de um estranho. Na última perturbadora noite sonhou com seu filho. Ao acordar, foi até o quarto de Danny e para sua surpresa lá estava uma mensagem. Três palavras perturbadoras rabiscaram no quadro-negro: NÃO ESTÁ MORTO.

 

Foi a piada sombria de alguém? Sua mente pregando peças nela? Ou algo … mais? Para Tina Evans, era um mistério que ela não podia escapar. Uma obsessão que a levará até as últimas consequências atrás da verdade por trás da morte de seu filho. Um terrível segredo que não foi visto por ninguém, apenas pelos Olhos da escuridão.


Escritor Dean KootzSobre o autor: Dean Koontz, autor de vários best-sellers de ficção nos Estados Unidos, vive no sul da Califórnia com sua esposa, Gerda, sua golden retriever, Elsa, e os espíritos de seus pets, Trixie e Anna.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *